Esquerda Digital

terça-feira, 28 de junho de 2011

Para o bem da mãe Myrian Rios ela virou deputada e não babá

Para o bem da mãe Myrian Rios, ela virou deputada estadual e não babá, caso contrário creio que Myrian Rios estaria desempregada até hoje. Ou será que os moralistas cristãos que ela diz defender, a empregariam como babá para cuidar de seus filhos?

Vejamos: Myrian Rios, deputada estadual do Rio de Janeiro, atriz e missionária da comunidade Canção Nova afirmou na ALERJ: Não quero uma babá que ‘escolheu’ ser lésbica para cuidar das milhas filhas. E mais a frente no discurso (que pode ser visto/ouvido no vídeo abaixo) ela associa homossexualidade à pedofilia, fala com todas as letras e ‘se bolinar’ as minhas filhas? Detalhe, que eu saiba Myrian Rios tem apenas dois filhos do sexo masculino. Entre outras pérolas Myrian Rios diz que o PEC 23/2007 vem tirar o direito dos ‘heteros’!

Como eu gostaria de viver em um país onde o MP se preocupasse mais com Direitos Humanos e menos com a criminalização dos movimentos sociais. Certamente, Myrians Rios, e Bolsonaros tomariam mais cuidado em suas declarações detratoras e criminosas.

Aos moralistas cristãos de plantão gostaria de rememorar: Myrian Rios fez fotos nua para ensaio da revista Lui, em julho de 1978. Também na década de 1970 posou nua por duas vezes para edições da revista Ele & Ela, da Bloch Editores. Segundo o site Memória da Fama, os ensaios de nudez de Myrian Rios causaram constrangimento ao cantor Roberto Carlos (com quem Myrian Rios foi casada por uma década) fazendo o Rei comprar das editoras todos os direitos sobre as fotografias, “vedando que as fotos viessem a ser usadas novamente em qualquer publicação”. Pelo jeito não adiantaram muito os esforços de Roberto Carlos, pois algumas fotos da atual ‘missionária católica’ representando ‘o povo’ podem ser encontradas facilmente na rede. As mais pudicas aqui presentes eu encontrei no site do Terra.


Moralistas cristãos de plantão que aplaudiram as bobagens ditas por Myrian Rios, vocês a contratariam como babá?

PS. A leitora Ana Paula Guedes considera moralismo recuperar a memória das capas de Ele&Ela. Eu discordo. Embora eu considere que cada pessoa faz o que desejar do seu corpo, inclusive expô-lo para ganhar dinheiro no mercado das revistas voltadas ao público masculino. Myrian Rios, dona de seu próprio corpo, tem todo o direito de fazer esta escolha. É uma opção real decidir ser fotografada nua e cobrar por isso, diferente de ser homossexual, que é uma orientação e não uma escolha pessoal como afirma Myrian Rios em seu discurso detrator e caluniador que associa a homossexualidade à pedofilia.

Quanto a mim, destaquei as fotos, porque considero que o discurso falso-moralista e detrator de Myriam Rios não orna com a sua prática. Para os moralistas de plantão, “boas mães cristãs de família” não posam nuas em revistas masculinas, ou posam? Eu não contrataria Myrian Rios como babá não pelo seu passado, mas pelo seu presente. Não quereria ter uma pessoa preconceituosa ajudando a cuidar da minha filha.

PS2: Debatendo com a Iara, cheguei a conclusão que também preciso esclarecer o que chamo de falsos moralistas: Falsos moralistas para mim são aqueles que não seguem sequer o moralismo que pregam.

PS3: A Iara fez um post dialogando com esse que pode ser lido aqui

Extraído do blog: Maria Frô

Um comentário:

Luck® disse...

Muito boa sua argumentação. Precisa, com encadeamento lógico, na criticidade adequada. Parabéns! Eu não estava sabendo, mas fiquei irritado com o vídeo.

Agora ela "se desculpa". Convenhamos: E aquelas pessoas que, preconceituosas, homofóbicas, PREDISPOSTAS a aceitar o que Myrian disse? Será que a desculpa posterior chegou aos ouvidos delas? Se sim, de que forma?

Mal, Myrian, muito mal!